Tag Archives: folder

Cuidados ao preparar um folder

10 coisas que você deve fazer antes de enviar para impressão Folder é um tipo de impresso próprio para a veiculação de mensagens publicitárias a respeito de um serviço ou produto, e que se caracteriza por conter dobras. A preparação de um folder requer os seguintes elementos: Slogans: criação de frases de três a cinco palavras sobre as principais qualidades do seu produto. Essas frases serão colocadas em locais específicos do folder, em letras grandes, de preferência sem serifas; Textos informativos: esse tipo de texto serve para descrever melhor um produto ou serviço por meio da inclusão de seus funcionamentos, praticidades, agilidade, beleza, design e outras qualidades; Imagens: fotos ou desenhos dos detalhes do produto ou serviço que está sendo apresentado por meio de slogans e textos informativos; Contatos: depois de ler e observar as qualidades do que está sendo vendido,.
Leia Mais

Street art

Elas estão em várias partes da cidade, nas ruas, avenidas, viadutos, prédios e nas fachadas em geral. A street arte ou a arte do grafite muda de forma expressiva a paisagem urbana, mesmo sendo confundida por alguns como pichação, depredação, poluição visual e até mesmo vandalismo. Outros favoráveis à técnica, reconhecem sua legitimidade artística, originando então uma polêmica, principalmente sobre os locais onde encontram-se os grafites. Fato é que a arte do grafite veio dar uma nova cara para os diversos cenários da nossa cidade. Ela conquistou seu espaço e foi reconhecida como expressão artística, processo que demorou algumas décadas. Hoje ela está não apenas na paisagem urbana, se encontra em galerias e museus com obras que valem muito, como por exemplo a do ex-grafiteiro Jean-Michel Basquiat, reconhecido como um dos mais importantes artistas neo-expressionistas do.
Leia Mais

A Arte Moderna

Antes do século 19, os artistas foram mais frequentemente contratado para fazer trabalhos de arte por clientes ricos, ou instituições como a igreja. Grande parte dessa arte mostrada cenas religiosas ou mitológicas que contavam histórias e foram destinados a instruir o telespectador. Durante o século 19, muitos artistas começaram a fazer arte sobre pessoas, lugares ou idéias que lhes interessavam, e de que tinham experiência direta. Com a publicação do psicólogo Sigmund Freud A Interpretação dos Sonhos (1899) e a popularização da idéia de uma mente subconsciente, muitos artistas começaram a explorar os sonhos, simbolismo e iconografia pessoal como caminhos para a representação de suas experiências subjetivas. Desafiando a noção de que a arte deve realisticamente descrever o mundo, alguns artistas experimentou com o uso expressivo da cor, materiais não-tradicionais e novas técnicas e mídias. Uma.
Leia Mais